BLOG

Escola Fernão Gaivota e Mori Natação, parceiras há 7 anos

mori natação, escola parceira, escola fernão gaivota, maple bear alphaville, alphaville, natação, natação para crianças

A Escola Fernão Gaivota - Maple Bear Alphaville e a Mori Natação, localizada na Al. Araguaia, n° 31, em Alphaville, mantém parceria há 7 anos! 

A Mori Natação concede aos alunos, pais e irmãos descontos de 10% em todas as atividades. Já para colaboradores e funcionários da escola o desconto é de 25% nas atividades aquáticas e 10% nas atividades não-aquáticas.

Para ter acesso ao desconto, o interessado deve entrar em contato com escola de natação e apresentar os documentos solicitados que comprovem o vínculo com a escola.

Sobre a Mori Natação

A Mori Natação é uma escola de natação para adultos e crianças que atua neste segmento há mais de 40 anos. Com metodologia própria ensina e ajuda atletas ou não, a evoluir e se aperfeiçoar na modalidade.

Segundo a Mori, a natação além de ser essencial para a segurança e sobrevivência da criança, é um esporte completo que desenvolve praticamente toda a musculatura do corpo e faz um importante trabalho cardiovascular, além de propiciar a conquista da auto disciplina e da auto estima.

A Mori também oferece aulas de Judô Infantil, Hidroginástica, Yoga, Hidroterapia, Pilates em Solo e um Programa Específico para Gestantes. 

Para mais informações, acesse: http://mori.com.br.

Cardápios de abril de 2018

 

Cardápio semanal de 2 a 6 de abril

Cardápio semanal de 9 a 13 de abril

Cardápio semanal de 16 a 20 de abril

Cardápio semanal de 23 a 27 de abril

1ª edição Encontro com Pais

escola fernão gaivota, fernão gaivota, maple bear, maple bear alphaville, passeio escola, alphaville, escola alphaville

Dica de Leitura: Histórias de Índio

fernão gaivota, maple bear, livro indigena, dia do indio, maduruku, daniel manduruku, histórias de indio

No dia 19 de abril é celebrado o Dia do Índio no Brasil. A data serve para lembrar e reforçar a identidade do povo indígena brasileiro e americano na história e cultura atual. Para comemorar a data, a Escola Fernão Gaivota - Maple Bear Alphaville, por meio da bibliotecária Cristiane Rojas, faz a indicação do livro “Histórias de Índio”, que reúne contos, crônicas e informações sobre os povos indígenas do Brasil.

A publicação narra a história de Kaxi, garoto Munduruku que tem uma infância feliz: brinca, nada, pesca, faz artesanato e ouve histórias. Mas Kaxi é especial, pois o pajé o escolheu para ser seu sucessor.

“O menino que não sabia sonhar” é um conto emocionante sobre a iniciação na vida adulta, apresentando a cultura indígena a partir do ponto de vista de um narrador pertencente a ela.

Já na segunda parte do livro, o autor relata com bom humor suas experiências no mundo dos brancos. A atual situação dos povos indígenas no Brasil é descrita na última parte, assim como os hábitos, ritos, músicas, lendas e a diversidade cultural e linguística desses povos.

As ilustrações de Laurabeatriz enriquecem a edição, que também inclui desenhos de crianças indígenas e fotos de aldeias mundurukus.

“Este belíssimo livro, do escritor premiado Daniel Munduruku, nascido em Belém do Pará, na aldeia Munduruku, será trabalhado ao longo do ano com os alunos do Year 3”, comenta Cristiane Rojas.

Escola Fernão Gaivota se classifica para a fase nacional da Olimpíada de Raciocínio Mind Lab

Excelente notícia! Quatro alunos da Escola Fernão Gaivota - Maple Bear Alphaville se classificaram para a fase presencial da 10ª Olimpíada de Raciocínio Mind Lab, que acontecerá no dia 5 de maio, em São Paulo. Na última sexta-feira (06/04), Enzo Naoki Nishimura, Heiki Saga Koike, Mariana Nunes Galvão Sant’Anna e Matheus Ivaldo do Eirado e Silva disputaram a etapa digital da segunda fase classificatória com outras sete instituições de ensino da região. 

Sob a supervisão dos professores Daniel Kenji e Fabio Cavalheiro, os alunos iniciaram a fase digital na própria escola. O aluno Enzo disputou com Octi (também conhecido como octógono fantástico) e ficou com o terceiro lugar. Matheus disputou com Quoridor (bloqueio) e conquistou o segundo lugar. Já os alunos Heiki e Mariana ficaram com o primeiro lugar das disputas nos jogos de Damas e Abalone (forças unidas), respectivamente. Nesta fase, a escola ficou à frente de todas as outras instituições. “Após essa disputa com as sete escolas, nossos alunos foram para a última etapa com o Colégio Viver no qual fomos consagrados vitoriosos” explica o professor Kenji.

Para a próxima etapa, o professor Kenji e Fabio já estão desenvolvendo novas estratégias de treinos para os alunos. “Agora é trabalhar, com esses quatro brilhantes estudantes, os jogos físicos para a próxima fase nacional que será presencial e já podemos, de certo modo, sonhar com a fase internacional que será na Turquia. Por que não?”, comenta.

Os treinos dos alunos acontecem durante as aulas de Mind Lab Avançado, todas as sextas-feiras, das 14h às 15h30.

A expectativa dos alunos e professores é a classificação para a próxima fase, que será presencial e nacional e acontecerá em maio, na Universidade Corporativa Comendadeira Helena Lundgren. As equipes classificadas avançam para a última fase: a Internacional Presencial (Mind Olympics), que acontecerá de 10 a 13 de junho, na cidade de Antalya, na Turquia.

 

Sobre as Olimpíadas Mind Lab

O torneio é organizado anualmente, com o objetivo de motivar estudantes de escolas públicas e privadas a pôr em prática o aprendizado com jogos de raciocínio de tabuleiros e online, trabalhados em sala de aula, como parte da grade curricular. Os jogos são resultado do MenteInovadora, programa voltado para o desenvolvimento de habilidades socioemocionais da Mind Lab – organização especializada em sistemas de aprendizagem dessa área.